Os riscos da dieta do suco para emagrecer

Há alguns anos que a dieta do suco vem se tornando famosa no mercado do emagrecimento. A proposta é trocar refeições completas por sucos naturais, com a ideia de nutrir o corpo ao mesmo tempo em que tenta cortar diversos alimentos e perder peso. Parece uma proposta espetacular, não? Mas ela não é tao saudável quanto se imagina.

O uso de suco desintoxicante como alimentação principal tem sido propagado pela mídia como a dieta perfeita. Seria uma versão para os shakes emagrecedores, os quais trocam uma refeição com alimentos tradicionais por uma dieta liquida. Pode-se sim cortar diversos alimentos, mas a maior parte de tais cardápios corta muita coisa e deixa apenas o liquido.

sucos

Dieta do suco apenas funciona se for como complemento

Sucos desintoxicantes, feitos a base de alimentos ricos em nutrientes e substâncias conhecidas por desintoxicar o organismo. A desintoxicação ajudaria o corpo a se livrar dos radicais livres e outras substâncias conhecidas por tornar o organismo mais lento, bem como ajudar a queimar gorduras e livrar o corpo de medidas indesejadas. O maior milagre promovido por tais dietas, segundo as usuárias (muitas famosas) é queimar gordura localizada que nem mesmo uma boa malhação consegue com eficiência.

A indicação é tomar sucos de alimentos naturais ricos em nutrientes com no máximo adoçantes. Nada de açúcar e nenhum outro tipo de doce rico em calorias. Os vegetais mais queridos são couve flor, alface, abacaxi, limão, acerola. Há ainda os sucos com base em chás ou apenas tomar chá mesmo, como chá verde, de hortelã, chá vermelho, chá branco e semelhantes.

Problemas de saúde possíveis com a dieta do suco

Os nutricionistas indicam não fazer dieta substituindo refeições. Nosso corpo precisa dos nutrientes e até mesmo das calorias presentes em diversos alimentos, e cortar tudo isso para formar uma dieta com base em sucos é altamente perigoso. Alguns problemas de saúde podem surgir, como:

Fadiga : se você não está ingerindo calorias e nem carboidratos, possivelmente deve sentir sono o dia todo e fazer exercícios pode levar ao desmaio, vista escura e mal-estar rapidamente. Uma dieta saudável indicaria ingerir alimentos com baixo teor de calorias e carboidratos, e não cortar tudo. O excesso faz mal, mas a sua defasagem também. Precisamos de combustível para nos movimentar e deixar o organismo funcionando e tais substâncias são nosso combustível.

Dores de estômago : e uma possível gastrite também. O estômago foi feito para digerir alimentos sólidos e não apenas líquidos, por isso ele continuará produzindo sucos gástricos como se comida estivesse vindo. A acidez estomacal aumenta e, caso se insista na dieta e ignore os gases e dores estomacais comuns, uma possível gastrite pode se formar. Quanto mais tempo se viver de líquidos na dieta, maiores podem ser os problemas estomacais.

Deficit de cálcio : este é um dos problemas mais comuns relacionados a ingestão apenas de líquidos. Não se resolve isso apenas bebendo leite, pois diversos alimentos são ricos em cálcio.

Problemas estéticos : a falta de nutrientes pode ocasionar ainda pele ressecada ao extremo. Mesmo bebendo, a pele precisa muito mais do que água para se hidratar. São outros problemas comuns a perda de cabelo, unhas quebradiças e manchas na pele.

Alimentos que ajudam no emagrecimento

Fazendo uma dieta sozinho em casa você consegue boas informações na Internet, mas com propostas muitas vezes loucas de cortar alimentos e não acrescentar. Já notou que a maior parte das dietas online e em revistas e jornais indicam cortar alimentos e não acrescentar? Todas indicam exercícios, pois não dá para não reconhecer os benefícios de movimentar o corpo para a saúde e boa forma. Mas muito mais válido que cortar alguns itens pode ser acrescentar outros, importantes para combater a fome constante e promover a reeducação alimentar. Conheça alguns alimentos que talvez sejam o que faltava para a sua dieta.

comida-saudavel

Feijão preto – há quem diga que o feijão preto é um dos alimentos mais gordurosos que existe. Cortando alguns pedaços de carne de charque para tornar o alimento mais light, o feijão preto também ajuda a fornecer uma quantidade de proteínas moderada por porção e não tem gordura saturada. Ajuda na saciedade.

Aveia – rico em proteínas, responsáveis por aumentar a sensação de saciedade e ao mesmo tempo nutrir o organismo. Comer aveia durante as refeições e em dietas diversas ajuda a quem tem fome descomunal e não consegue controlar a vontade de comer. Com apenas uma colher em cima da refeição seu corpo estará bem nutrido. Ingerir aveia também em sucos e vitaminas é extremamente benéfico.

Banana – rica em potássio e por isso ajuda mesmo a evitar caibras. Também é ótima para acelerar o metabolismo, ajudando na perda de peso. Por isso os atletas não tem medo de abusar de banana na dieta e sempre cai bem, sem contar que é um alimento saudável e pobre em gorduras.

Ovo – há quem tenha medo de ingerir porque dizem as más línguas que o ovo engorda. Mas estudos mais modernos comprovam que o ovo faz justamente o contrário: ajuda a combater a obesidade. Ele tem os nutrientes responsáveis por nutrir o corpo, ajuda na saciedade e na disposição. Um ovo pela manhã ajuda a manter a dieta equilibrada. E mais: o colesterol presente no ovo faz bem, e não mal ao organismo.

Laranja – ela tem calorias que ajudam a dar energia ao corpo, mas em baixa dosagem. Também possui fibras, ajudando a nutrir os músculos. Um copo de suco de laranja ajuda no pré treino e é uma boa forma de começar o dia com disposição. Também ajuda a aumentar a sensação de saciedade, por isso é comum comer menos enquanto se ingere este medicamento.

Batata – há quem tenha medo sim de comer batatas porque ela é mesmo rica em calorias. Mas este não é um grande problema em comparação aos demais benefícios do alimento, desde que seja ingerido com moderação. Batata também é rica em carboidratos e aumenta a sensação de saciedade na refeição. Nada melhor que isso para quem busca perder peso, não? Também tem bastante amido, ajudando o corpo a queimar a gordura acumulada.